26 junho 2016

Canção Solene


Quando a chuva chegar
Pra lavar minh'alma
E varrer as artérias,
Estarei à espera
E cantarei uma canção triste,
Porque tudo o que existe
Não passa de uma ilusão
Refratada nas pequeninas gotas
Que vêm da amplidão;
Eu cantarei uma canção
E será honrosa à chuva,
Solene ao seu poder
De tornar minha vida turva
E de me dar um novo amanhecer.
Isabela Brandão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...